Servidor Público Federal

Confira agora se podemos reduzir o juros do seu contrato através da portabilidade flex.

Portabilidade Flex Fechar


Como sair do cheque especial?


Como sair do cheque especial? | Panda Empresta

Deixe o PandaEmpresta.com ajudar você!

Quando se fala em dívidas, o cheque especial, ao lado do cartão de crédito, é um dos principais vilões. E as razões são óbvias, pois os juros cobrados por este tipo de crédito são os mais altos do mercado, de acordo com a instituição financeira escolhida. Segundo um estudo publicado pelo Procon-SP, a taxa média mensal do cheque especial ficou em 8,81% em março deste ano. Já a do empréstimo pessoal ficou em 5,46% no mesmo período.

Muitas pessoas realizam este tipo de empréstimo e depois, em razão da alta taxa de juros, não conseguem pagar as prestações mensais, o que faz o valor aumentar a cada dia, como uma bola de neve. Nesse momento, muitos se perguntam qual a melhor alternativa para sair dessa situação e regularizar novamente a vida financeira. Neste caso, o empréstimo consignado pode ser uma ótima saída.

Veja o que o crédito consignado pode fazer por você.

O empréstimo consignado possui em média uma taxa de juros de 2,14%, muito menor do que a do cheque especial. Por este motivo, muitos especialistas recomendam a troca de um juro pelo outro. Isso é feito da seguinte forma: basta solicitar o empréstimo consignado para saldar o valor total da dívida com o cheque ou cartão. Assim, pode se substituir uma prestação pela outra com um valor muito menor.

No momento de contratar o empréstimo consignado, é importante considerar que o desconto será feito diretamente na folha de pagamento todos os meses. Deste modo, o orçamento do período deve ser criado levando em conta esse fator. Todos os tipos de empréstimo, inclusive o consignado, podem comprometer apenas 30% dos ganhos mensais do contratante, de acordo com as regras do Banco Central.

Portanto, ao contrário do que pode parecer, solicitar um novo empréstimo para saldar uma dívida com juros altos é sim uma boa saída. Isso, desde que os juros cobrados no novo empréstimo sejam menores.

Consulte o PandaEmpresta.com e tire suas dúvidas.


Publicado em 11/07/2014
Leia mais: